domingo, 2 de outubro de 2011

Cattleya Granulosa

(Cattleya Granulosa de minha coleção)

 Cattleya Granulosa e seu habitat

Esta espécie é encontrada nos estados de Pernambuco, Alagoas, Sergipe e Paraíba com menos frequência. A Cattleya granulosa tem como o seu estado de maior concentração de indivíduos na natureza o estado do Rio Grande do Norte. A Cattleya granulosa aparece numa faixa que varia do litoral até 20km continente adentro. Sua ocorrência fica restrita somente à área litorânea que vai do município de Canguaretama, na divisa com a Paraíba, até o município de Touros. Devido às condições climáticas e vegetativas diferenciadas, não ocorrem indivíduos além do município de Touros até a divisa com o estado do Ceará, na chamada Costa Branca.
De certa forma, pode-se dizer que a existência de grandes concentrações de Cattleya granulosa no RN é influenciada pelos ventos carregados de sais (maresia) trazidos pelo Oceano Atlântico. Seu habitat é restrito à região de dunas, principalmente nas áreas de formação vegetativa pioneira em que há grande influência marinha (restingas arbustivas ou arbóreas). A deficiência de um dos fatores citados anteriormente poderia explicar o fraco desenvolvimento da espécie, quando cultivada em áreas sem a presença do mar ou regiões fora do Nordeste.
A mistura de detritos vegetais e animais que existem nas dunas (restingas) produzem um tipo de turfa fibrosa na superfície do solo semelhante a consistência do xaxim que serve de apoio para muitas plantas epífitas no qual o suporte cedeu.

A biomassa de insetos e artrópodes de carapaça dura existentes no habitat da Cattleya granulosa é imensa, o que certamente contribui com a presença do elemento cálcio e outros elementos de origem orgânica para compor a nutrição dos indivíduos na restinga.

Aranhas e formigas das mais variadas espécies e tamanhos, abelhas, lagartos, vespas, escorpiões, borboletas, mosquitos, moscas, pássaros compõe um bioma único e rico nas áreas de ocorrência de Cattleya granulosa. Não é raro, quando se vai para o habitat, levar picadas desses animais. O que sempre se recomenda é a realização de visitas em duas ou mais pessoas para garantir a segurança.

 (Cattleyas de meu cultivo)
As folhas da Cattleya granulosa são oblongo-lanceoladas e normalmente se apresentam em dupla, no entanto, em alguns casos que a planta atinge níveis de nutrição excepcionais aparecem três folhas por pseudobulbo.

A coloração das folhas, caracterizada como verde-esmeralda a cor padrão, pode apresentar diferentes variações mais escuras para ambientes mais protegidos e mais claras para ambientes mais expostos ao Sol.

No habitat de Cattleya granulosa é comum a existência de exemplares a sol pleno, porém essa condição ocorre, geralmente, quando a planta suporte padece perdendo a cobertura de folhas que antes servia como proteção às fortes radiações solares. Nesse caso, a planta reduz a sua estatura e atarraca-se aumentando a consistência serosa das folhas, que se tornam mais grossas, enrugadas e de um tom de verde amarelado. Em áreas de desmatamento constante ocorre a retirada da parte superior dos arbustos utilizados pela população local para fins de extrativismo. Muitos indivíduos localizados na base desses arbustos cortados acabam nitidamente reduzindo o seu porte e atarracam-se, o que se comprova facilmente pelo histórico de pseudobulbos da planta.

As florações da Cattleya granulosa no estado do Rio Grande do Norte se iniciam pelo litoral norte do estado e vão se estendendo para o sul gradativamente. As primeiras floradas podem ser observadas já em meados de Junho ou Julho mais ao extremo do litoral norte, principalmente em áreas localizadas mais para o interior nas imediações de Punaú, Touros e Pititinga, próximas ao campo eólico existente na região. Nas demais localidades as floradas vão ocorrendo até meados de Dezembro. No entanto, foram encontrados exemplares floridos até Fevereiro na natureza. O pico das florações se dá entre final de Agosto e final de Outubro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nenhum comentário:

Postar um comentário